EXAMES REALIZADOS

EXAME PEROPERATÓRIO (CONGELAÇÃO)

EXAME PEROPERATÓRIO (CONGELAÇÃO)

O exame por congelação é um procedimento diagnóstico imediato, que permite ao médico cirurgião conhecer o diagnóstico de seu paciente durante o ato cirúrgico, e assim, definir melhor, naquele momento, o procedimento cirúrgico mais adequado.


Exame este realizado durante o ato cirúrgico, onde o cirurgião retira material que deverá ser analisado e diagnosticado pelo patologista em poucos minutos. Pode ser utilizado para se determinar a natureza de uma lesão como, por exemplo: tumores benignos e malignos, processo inflamatório, ou para definir se a margem cirúrgica está livre da lesão.

Com o material na mão, o patologista realiza o exame macroscópico, cortes e esfregaços citológicos “imprint” ou “squash” (se necessário), logo após seleciona a secção que será submetida à congelação. Em um equipamento especial “criostato”, que após atingir a temperatura ideal de congelamento (-20 a -35º), o patologista inicia a realização dos cortes do tecido a uma espessura em torno de 4 micras. A secção é colocada sobre uma lâmina de
vidro, corada pelo método de Azul de Toluidina ou hematoxilina-eosina, coberto com lamínula e levado ao microscópio para ser analisado. Desta forma, a depender do resultado, o cirurgião pode modificar a conduta cirúrgica, complementando com uma ampliação da ressecção inicial, realizar cirurgia radical ou se certificar de que o material retirado é suficiente do ponto de vista qualitativo e quantitativo para posterior exame de parafina convencional e imuno-histoquímico.


O LABPAC presta este serviço ao centro cirúrgico do Hospital Santa Catarina e ao Hospital Santa Marcelina, com agendamento prévio.

O material para congelação deve ser a fresco, somente após congelamento e diagnóstico deverá ser fixado em formol a 10%.

A requisição médica é um documento e deve ser preenchido corretamente, com letra legível, deve estar assinada e conter o nome do médico solicitante, CRM, carimbo e seu telefone para contato.

Deve obrigatoriamente conter: nome completo do paciente, idade, sexo, etnia, nome da mãe, antecedentes pessoais e familiares de relevância para o diagnóstico, identificação do material, topografia anatômica do mesmo, e se for o caso, designação de marcações prévias (por exemplo, margens ou pontos para orientação do espécime).

Lembrar sempre de informar as hipóteses clínicas, resultados de exames de imagem relacionados e exames (anatomopatológicos ou outros) pregressos relevantes.

As amostras podem ser potencialmente infectantes até sua fixação. Devem ser manuseadas conforme as normas existentes. Informar ao LABPAC se houver risco infectante adicional (por exemplo: portadores de HIV, Hepatite C, etc).

O material da congelação seguirá posteriormente para análise anatomo-patológica. Nossos agentes logísticos retiram os materiais nos Hospitais conveniados, estão preparados e treinados com Curso de Movimentação Operacional de Produtos Perigosos – MOPP utilizando os meios necessários para sua segurança e do material.

No ato cirúrgico o patologista já informa o diagnóstico e complementa posteriormente com o laudo anatomo-patológico.
Trabalhamos com um prazo máximo de 05 dias úteis para a entrega de resultados normais ou conforme contrato acordado. Exames de urgência em até 24h, em situações especiais esse tempo pode ser reduzido.

LABPAC
Rua Calixto da Mota, 72 - Vila Mariana
São Paulo - SP - 04117-100
Telefones: (11) 3284-2622 | (11) 3938-2724
recepcao@labpac.com.br
www.labpac.com.br

2016 | LABPAC | Todos os direitos reservados.